A REVOLUÇÃO QUE QUEREMOS, É SOCIALISTA


IMPRESSÕES SOBRE O CONJPT


Apesar do método utilizado pela CNB, optando pelo esvaziamento do 2º congresso da JPT, foi possível extrair um saldo razoável, sobretudo, na re-arrumação da conjuntura interna.

Presenciamos a construção do que pode ser mais um bloco do Partido dos Trabalhadores, com o deslocamento da DS para o campo já em curso direcionado pela CNB, entretanto, essa aliança apresenta ainda muita fragilidade, principalmente pelo o que representa a relação dessas duas tendências nos estados e municípios.

Contudo, essa aproximação traz prejuízos para a esquerda petista, criando uma grande possibilidade de ser organizado um novo campo hegemônico nas próximas disputas. Vale salientar, que para esse bloco o Brasil vive um processo de REVOLUÇÃO DEMOCRÁTICA a partir dos três governos do PT, com o Lula e com a Dilma, uma afirmação que pode consolidar uma opinião que afasta ainda mais o partido da luta por uma VERDADEIRA REVOLUÇÃO, a revolução SOCIALISTA.

Por outro lado, causa preocupação a relação distante das tendências que apresentam uma plataforma à esquerda, uma vez que não havendo unidade para a disputa, tendo em vista a proximidade dos programas apresentados, inviabiliza uma polarização capaz de ser mais contundente no enfrentamento ao possível campo DS/CNB. Polarizar essa disputa talvez seja um caminho para atrair militantes insatisfeitos com a mudança de postura da DS e sua adesão aos que defendem uma conciliação de classe.

É necessário aparar as arestas e convocar toda a esquerda socialista para repensar a estratégia, criando condições de enfrentar uma disputa que promete ser dura, e decisiva para os rumos do Partido dos Trabalhadores.

Se quisermos uma Juventude de esquerda e socialista, é bom começarmos a intensificar a disputa de concepção, deixando em segundo plano a conta das garrafinhas, o contrário, teremos uma juventude de massas, que acreditará na tal revolução democrática que estão pregando, tornando cada vez mais distante a construção de uma JPT que conduza a juventude brasileira para as verdadeiras e fundamentais transformações.

O que queremos é uma nova geração que não abandone a luta pelo socialismo, para tanto companheiros e companheiras, vamos à luta. 

UMA CRÍTICA FRATERNA AS FORÇAS DO CONJPT


Vimos de tudo no segundo congresso da Juventude do PT, gente que era grande e chegou pequeno, gente que todos diziam que seria pequeno e chegou grande, gente moralista que se vendeu, gente oportunista que comprou, gente que passou a perna em mais gente pra ter mais delegados. Tinha de tudo, feira de balaio.

Aos fatos: o povo que saiu da AE fez um barulho danado, mas no fim quase não apareceram, quase não formularam, aderiram à candidatura do MAIS e devem ficar com uma vaga na executiva com apenas 15 delegados.

O Mais por sua vez, levou todo mundo da mensagem, deixou a DS chorando, e assim conseguiu ser a segunda chapa mais votada, como tinha cerca de dez tendências compondo, ficou uma média de 8 votos pra cada, pouco para quem vive dizendo que é MAIS.

Voltando a DS, depois do chororô causado pelo MAIS que levou a base deles toda, preferiu se “AD”JUNTAR com os antigos rivais da CNB ( do secretário locutor), é sempre bom ter um cargo legal, e a  DS não pensou duas vezes, aceitou a oferta e foi iludida que ali era o campo da esquerda.

Teve ainda o TRABALHO sempre radical, só não entendi o que estavam fazendo na chapa da CNB. Bom, mais o congresso teve ainda o MPT composto por um monte de grupos regionais. Obtiveram um bom resultado eleitoral, mas tinha uns acordos bizarros ali com a CNB.

E por falar em prática ruim de direita, eis que surge a CNB, que votou a favor do machismo, a favor de acordo escroto utilizando de um trator para beneficiar as terras da DS, votou também contra a descriminalização das drogas, e pra lascar com tudo elegeu outro secretário de juventude tão ruim quanto o ruim que tinha antes.

Diante de tudo isso, nos resta lutar e disputar os rumos do PT, combater as práticas ruins que permeiam também a juventude.

Não queremos INAUGURAR UM NOVO PERÍODO de falações, acordos e blefes. Não queremos MAIS do mesmo. Não queremos CONSTRUIR UM NOVO BRASIL de mais miséria, opressões e desigualdades. Não queremos uma falsa DEMOCRACIA SOCIALISTA, que tem preço, que se vende a troco de nada.

Queremos é muita luta, muita ação e muita disposição para aglutinar toda a ESQUERDA SOCIALISTA e enfrentar de pé as dificuldades, de bandeira empunhada, organizando a juventude para que possamos construir uma grande ARTICULAÇÃO DE ESQUERDA e superar o capitalismo, derrotar os neoliberais e transformar o Brasil em um país rico e sem miséria, onde as pessoas possam viver mais felizes e livre das opressões.  

Nossas lutas e sonhos são de todas as cores, nossa esperança é vermelha!

E vamos a luta!


Não há nenhuma transformação sem luta.

E assim sigamos lutando, trilhando os caminhos mais difíceis, mas, os mais corretos, sem vacilar, sem titubear diante das dificuldades impostas pelos que se acham generais controladores de todo o poder. A esses oferecemos as nossas armas, e a nossa garra e perseverança haverão de derrotá-los. A esses generais disparamos nossas palavras carregadas de verdades, de justiça.

o verdadeiro revolucionário é movido por sentimentos de amor. É impossível um autêntico revolucionário sem esta qualidade.”

O nosso amor é movido pelo desejo de transformar o mundo, de fazê-lo melhor, um desejo capaz de nos impulsionar para combater todas as mazelas sociais, todas as opressões, todas as injustiças.

Esse mundo é possível, mas não é o bastante sonhar, é necessária uma intensa luta, e será assim cada dia das nossas vidas, lutando sem nos contaminar com os nefastos opressores do povo.

Sem vacilar, lutaremos por um mundo melhor, por uma cidade melhor. Sigamos firmes, sonhando e lutando, até a vitória final.

Para começar bem a semana, com muita disposição pra luta


O encontro de Marx com Deus (Denise Mascarenha)



E Marx chega no céu
descrente do que vê
ele que pela Terra
não quis de Deus saber.
Mas Deus foi logo dizendo - Meu filho,
de tantos que em meu nome falaram
você, com uma fé dita ao avesso,
está entre os que me acompanharam.
Dizer que a religião é o ópio do mundo
não deixa de ser uma verdade
tem religioso que vive às cegas
esperando que só as palavras o salvem.
Mas você também reconheceu
e isso não deixei passar, de fato,
que a religião é o coração e o espírito
de um mundo que anda tão calejado.
E esse negócio de o todo
ser feito de contrários
explica este mundo dialético
o profano e o sagrado.
E o materialismo que pra alguns
se caracteriza em ateísmo
pra mim representa o oposto
construímos o mesmo muro de arrimo.
Não aceitamos a acumulação,
pregamos a igualdade e justiça
repudiamos a exploração
verdade seja bem dita.
E que interessante interpretação
foi aquela do povo francês
que em 1938 ou foi em 1936
acreditou ser do operário, a vez.
E assim se manifestaram
indo às ruas erguendo as mãos
gritando por dias melhores
“somos socialistas porque somos cristãos”.
Assim não importa o que falem
os que de discurso só querem saber
estamos, meu filho, na mesma luta
comida a quem tem fome e água a quem precisa beber.
E assim Marx está hoje
do lado esquerdo do Senhor
passam horas a fio a discutir
os rumos que a sociedade tomou.
E falam de filosofia,
política, economia e fé,
e Marx no seu compromisso
também levanta a questão da mulher.
E os dois com a discussão envolvidos
demonstram com aflita expressão
que na terra, tudo vira mercadoria
e essa é a grande preocupação.
O acesso à produção social
precisa ser de todos sem anomalia
Por isso condenamos
a apropriação pelo capital, da mais-valia.
E como foi na terra
no céu diferente não podia ser
Karl a tudo contesta e
indaga Deus por muita coisa não entender.
Até hoje tenta convencer Deus
que algumas coisas precisam mudar
perdão não pode ser dado
a quem passou a vida a explorar.
Fonte: Lista Nacional da AE

Nossas verdades, não são tão verdadeiras


O conceito de verdade é bastante subjetivo, principalmente quando se olha a partir da Filosofia.  Para ser conhecedor da verdade é necessário conhecer todo o enigma do mundo, seus mistérios e suas facetas, e essa proeza os homens ainda não alcançaram. Todavia, é fácil confundir a verdade com a ignorância, aliás, acredito que a maioria dos que acham deter a verdade são mesmo é possuidores de uma grande quantidade de ignorância. Dessa forma é fácil ver um ignorante enganado com sua própria ignorância, pois aquilo que ele acredita de forma dogmática ser a verdade absoluta, nada mais é  que um conceito que de forma impositiva fixou-se nas suas convicções. Marilena Chauí faz um CONVITE A FOLOSOFIA,  e em um excelente livro trata de aspectos que vale a pena investir seu tempo para conhecer um pouco mais da ciência que nos leva a problematizar todo o conjunto das ciências desenvolvidas pelo homem. Fico satisfeito por viver na minha incerteza, assim, não me dogmatizo pela ignorância, nem imponho minhas frágeis verdades. 

Arueira

Vim de longe, vou mais longe
Quem tem fé vai me esperar
Escrevendo numa conta
Pra junto a gente cobrar
No dia que já vem vindo
Que esse mundo vai virar
Noite e dia vêm de longe
Branco e preto a trabalhar
E o dono senhor de tudo
Sentado, mandando dar.
E a gente fazendo conta
Pro dia que vai chegar
Marinheiro, marinheiro
Quero ver você no mar
Eu também sou marinheiro
Eu também sei governar.
Madeira de dar em doido
Vai descer até quebrar
É a volta do cipó de arueira
No lombo de quem mandou dar.


Geraldo Vandré

Belíssima canção de Vandré


Os futuros sociólogos


Imaginar o mundo a partir da sociologia nos faz ver que é ainda mais complexo as relações da humanidade, olhar a partir da antropologia nos faz crer que estamos quase sempre vendo as pessoas de forma equivocada, mas para chegar a esse entendimento entre as ciências é necessário dedicar-se mesmo a filosofia.
Nesse contexto o curso de ciências sociais faz um bem danado, juntando tudo isso da uma boa noção das ciências políticas e daí pra frente é adotar seus métodos e conceitos e partir para pratica. Mas o que me incomoda é que há ainda pessoas que não compreendem o porquê das ciências que tratam de estudar a humanidade a partir das suas relações políticas, culturais, econômicas e sociais.
Isso causa frustração, não estamos ali para alimentar nosso ego e virarmos pseudo-s intelectuais, estamos ali para adquirir conhecimentos que nos subsidie para as investidas que são atribuídas ao cientista social.
Mas vamos indo pra frente, quem sabe um dia chegaremos a compreensão. Aliás, quem nos financia é o povo, será justo devolver ao próprio povo tudo o que pagam para proporcionar para uma minoria um bem que apesar de público, quase nunca têm direito.

Esqueço até de mim, de você não




E é assim que vou vivendo, esquecendo de tanta coisa, mas de você, não, horas boas e ruins, dias vão e dias vêem, mas de você nunca esqueço.

Que o nosso brinde seja somente mais um, considerando que muitos outros existirão. Gosto de você demais da conta, e que sejamos muito felizes.

É costumeiro esquecer coisas básicas diante da rotina do tempo que nos faz viver em uma verdadeira maratona. Somos tão distraídos que não percebemos os detalhes tão visíveis diante de nós. Deixamos de reparar no esmalte novo, no cabelo diferente, na roupa que acabou de vestir. 

Esquecemos de dizer bom dia, boa noite e até o quanto alguém é especial para nós.

Esquecemos a carteira em casa, a chave dentro do carro, o documento na bolsa da namorada, não lembramos de levar o cartão, de apagar a luz. É, somos capazes de esquecer muitos detalhes que somados dariam uma longa história.

Mas percebam que nunca esquecemos de alguém cujo o nosso sentimento é superior a nossa capacidade de estar distraído, alguém que ocupa nossa cabeça já muito confusa pelo tanto de coisas que tem de solucionar, pessoas que fazem parte de tudo nas nossas vidas, menos do esquecimento.

Por esses dois anos oficiais e por mais um pouco, sou grato por tudo e por tanto, mas serei ainda mais pelo que virá.

Um tanto assim de beijos pra você Samy Andrade, pela companhia, paciência e afeto, oferecidos a mim com a dedicação, de quem é indubitavelmente amável e merecedora de muita felicidade.

Foi assim que tudo começou

video

É do meio do povo que vem a nossa força


O feriado foi muito bom. Nada como contribuir com um projeto que tem como grande obra o bem das pessoas, voltei das atividades do mandato popular com muito mais disposição para defender as bandeiras históricas da luta do povo.
Ver as pessoas compartilhar sua cultura e resgatar seus ritos é muito gratificante, pude ver de perto o que o nosso povo faz no dia a dia, dedicando suas vidas pelo bem comum.
Vamos seguir firmes e cada vez mais encorajados.

ENTREVISTA COM GERALDO VANDRÉ

GERALDO VANDRÉ QUEBRA O SILÊNCIO APÓS 37 ANOS E FALA DA DITADURA
Encontrei essa boa entrevista feita pela globo news com o Vandré, autor de belíssimas canções que embalaram os festivais de música na década de 60. A impressão que fica é de um grande talento amargurado e ainda sob efeito da brutalidade da ditadura militar.



Uma boa surpresa


O motivo de tamanha satisfação foi o lançamento do portal da escola nacional de formação do Partido dos Trabalhadores. Esse fato ainda é uma demonstração que o PT pode retomar os bons tempos, onde formava seus militantes e os preparavam para todos os enfrentamentos necessários.

Continuemos a lutar por um PT democrático, socialista e de massas, capaz de dialogar com o conjunto do povo brasileiro, além de contribuir para alavancar a motivação da esquerda mundial, dando com isso passos mais firmes para apontar para outra forma de organização da sociedade.

De volta aos cometários e inquietações!


Resolvi retomar minha vida de blogueiro, isso porque a dinâmica da vida cotidiana exige de nós muitas reflexões e por conseqüência necessidade de expressar a opinião que colhemos dos diversos acontecimentos que envolvem nossa vivencia.

Nesse aspecto decidi reorganizar um espaço de opinião mais pessoal, onde possa comentar mais livremente minhas inquietações, desde as experiências acadêmicas até os temas mais amplos, observando os aspectos políticos, culturais, econômicos e sociais.

Enfim, pra começo de conversa é isso. Espero encontrar muita inspiração para exercer minha criticidade sempre pensando em contribuir com as transformações necessárias para que possamos ter uma vida melhor e um mundo mais justo.